Moro se filia ao União Brasil e pode desistir de sua candidatura a presidência da República

O ex-juiz Sérgio Moro (Podemos) assinou no início da tarde desta quinta-feira (31) a ficha de filiação do União Brasil. A decisão do ex-juiz de trocar de partido foi tomada em decorrência das sinalizações de Renata Abreu (Presidente do Podemos) em não estar disposta a investir financeiramente numa campanha à Presidência, e que o partido preferia investir em candidaturas locais.

Diferentemente do Podemos, a União Brasil (junção do DEM e PSL) tem um fundo eleitoral e partidário robusto, além de ter mais tempo de televisão.

Porém, existe a possibilidade do ex-juiz retirar sua pré-candidatura a presidência e concorrer a deputado federal por São Paulo. Segundo integrantes do partido, o grupo de ACM Neto (BA) indicou rejeição a possibilidade de Moro ser o candidato a presidência do partido, e busca conciliação no nome do ex-ministro para a Câmara.

O Moro se filia à União Brasil com a credencial de ter 10% do eleitorado. Esses votos de Moro são de opinião e são um ativo que ele tem. Certamente, isso será considerado”, disse Luiz Felipe Cunha, coordenador de campanha do moro.