Pacientes são transferidos por causa de formigas nos leitos do Hospital de Campanha de Natal

O Hospital de Campanha de Natal teve que transferir pelo menos dois pacientes entre alas do hospital porque os leitos estavam com formigas, segundo denúncia de funcionários do local.

Uma conversa em um aplicativo de mensagens, à qual o G1 teve acesso, mostra uma enfermeira comunicando a transferência.

“Boa noite. Devido dois leitos estarem com formigas, iremos articular como faremos admissão/transferência de 02 pacientes para UTI B”, diz uma das mensagens.

Segundo um servidor que pediu para não ser identificado, já foram pedidas várias dedetizações, mas nenhuma foi realizada.

“É muita formiga e também muriçoca. Todo mundo sabe que aqui era um hotel e as piscinas estão sem manutenção nenhuma, sem falar no mato que está enorme na área externa. Isso contribuiu para o aumento de insetos e é um risco para os pacientes. Essa piscina pode ser um foco de dengue”, disse.

Em uma das imagens da troca de mensagens de servidores, um dos profissionais afirma que os leitos foram bloqueados por formigas

Inicialmente, em nota, a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde confirmou bloqueio de dois leitos, na terça-feira (1º). Porém a pasta voltou atrás e disse que os leitos foram transferidos de ala e, não houve bloqueio.

A pasta ainda informou que periodicamente é realizada dedetização no Hospital de Campanha e que havia uma programada para terça (1º), que foi feita. Ainda segundo a pasta, o problema já foi resolvido.

O Rio Grande do Norte vive um momento com 100% de ocupação de leitos nas regiões Seridó e Oeste. Na região metropolitana de Natal, a ocupação estava pouco acima de 94% na manhã desta quarta (2). Ainda assim, 32 pessoas esperavam por um leito de UTI, somente nesta região, por volta das 11h30.

Por G1-RN