Sérgio Moro se filia ao podemos e poderá ser candidato a presidência em 2022

Na manhã desta quarta-feira (10), o ex-juiz Sérgio Moro esteve em Brasília, onde realizou sua filiação ao podemos, partido no qual ele poderá ser candidato a presidência da República em 2022.

O ex-juiz ficou conhecido por comandar a operação lava-jato, que foi responsável pela prisão diversos políticos e empresários do país por corrupção e lavagem de dinheiro. Entre as prisões, está a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que atualmente lidera as pesquisas para a próxima eleição.

Moro surge como nome mais viável da intitulada “terceira via”, que se opõe tanto ao retorno do PT, quanto a permanência do Bolsonaro. Tendo em vista que ele foi ministro da justiça do atual presidente e pediu demissão em abril de 2020 alegando que o governo estaria aparelhando a polícia federal para livrar Flávio Bolsonaro e aliados do presidente investigados no Rio de Janeiro pelas intituladas “rachadinhas.”

Em seu discurso, Moro defendeu o combate à corrupção, as liberdades individuais e econômicas, erradicar a pobreza, andar com as reformas necessárias. Disse está a disposição do povo brasileiro e afirmou que jamais deixará interesses pessoais ou partidários serem maior do que o interesse do povo brasileiro