Blog São Vicente no ar
AO VIVO: Delegado Péricles desvenda as tramas políticas e a corrupção no Amazonas (veja o vídeo)

Em entrevista exclusiva à TV Jornal da Cidade Online, o deputado estadual Delegado Péricles conta detalhes sobre as tramas políticas no Amazonas.

Essa semana, a Polícia Federal fez buscas na casa do governador Wilson Lima e prendeu o secretário de Saúde do Estado, Marcellus Campêlo. Em junho de 2020, a então secretária de Saúde do Amazonas, Simone Papaiz, já tinha sido presa na mesma operação da PF, a ‘Sangria’.

Também houve ações da PF no Hospital Nilton Lins e na casa do dono da unidade, Nilton Costa Lins Júnior, que foi preso. Durante a ação da PF, o empresário chegou a efetuar disparos com arma de fogo. São operações que parecem saídas dos filmes de Hollywood!

Delegado Péricles vai falar sobre a CPI da Saúde do Amazonas, que está colocando criminosos atrás das grades, bem diferente do que estamos vendo na CPI da Pandemia, onde alguns senadores lutam para criar narrativas e derrubar o presidente Bolsonaro.

Assista

Clamando por Renato, povo se revolta com Tite que vira “chacota” na web

Constituição Federal é clara quando diz:

“Todo o poder emana do povo”

O povo está revoltado e precisa ser ouvido!

Nas redes, a população está clamando pela saída do treinador da Seleção Brasileira Adenor Bachi, o Tite.

A Hashtag “Fora Tite” esteve no topo dos Trending Topics durante o dia todo.

Uma campanha pela chegada de Renato Gaúcho para treinar a seleção já começou.

O canal do Youtube Apavoradores – Desidério & Ximia fez um vídeo muito engraçado sobre o fato e está viralizando nas redes sociais.

Confira:

Bolsonaro debocha de “surto” do narrador da Globo: “Só faltou baixar as calças e mostrar o bumbum branquelo” confira o vídeo

presidente Jair Bolsonaro, que já transformou suas lives de quintas-feiras em tradição, aproveitou a de ontem (3), para falar sobre a realização da Copa América no Brasil.

“Acabamos de concluir a primeira fase da Libertadores. Eu não sei quantos times tinham […]. Gente da Bolívia, do Equador, do Paraguai, da Argentina, e não teve problema nenhum.
E qual o protocolo a ser seguido pelo pessoal da Copa América? Exatamente o mesmo da Libertadores, o mesmo das Eliminatórias da Copa do Mundo”, lembrou ele.
Bolsonaro aproveitou, ainda, para comentar sobre as declarações de parte da imprensa, principalmente da Rede Globo, contra a decisão do Brasil de ser sede do torneio:
“Qual o nome daquele cara que falou um montão de besteira aí? Luís Roberto. Deu tapa na cara, só faltou ele baixar as calças. Só faltou isso aí, mostrar o bumbum dele branquelo. Só faltou isso aí. Ele está contra porquê? Porque quem vai transmitir é o SBT”, ironizou ele.

Confira:

Ameaça de Ciro a Bolsonaro vai parar na Justiça Federal do DF

O procurador-geral da República Augusto Aras enviou à Justiça Federal de Brasília a notícia-crime contra o ex-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT), que se manifestou sobre dar a Jair Bolsonaro “o mesmo destino do Mussolini”.
A ameaça de morte ao presidente Bolsonaro foi denunciada pelo vereador Nikolas Ferreira (PRTB-MG), de Belo Horizonte.
Inicialmente, a ação foi parar nas mãos do ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), que despachou a notícia-crime ao gabinete de Augusto Aras. Este, por sua vez, argumentou que Ciro não tem foro privilegiado e que, portanto, caberia à primeira instância do Ministério Público avaliar a necessidade de investigar o pedetista.
AMEAÇA A BOLSONARO
Sempre com declarações polêmicas, Ciro Gomes disse, em um vídeo, que faria com que Bolsonaro tivesse “o mesmo destino de Mussolini”, caso o presidente tentasse dar um golpe de Estado no Brasil. Benito Mussolini, ditador italiano fascista, foi executado pela oposição e teve seu corpo exposto em praça pública.
– Se ele (Bolsonaro) tentar um golpe no futuro ou a qualquer momento, nós daremos a ele o destino que teve Mussolini. Eu, Ciro Gomes, assumo, como palavra de honra, que estarei na luta de um, de dez ou de 1.000 para dar a ele o destino de Mussolini se ele tentar algum golpe no Brasil – disse o ex-candidato à Presidência derrotado em 2018. (Pleno News)

Parnamirim: MP eleitoral denuncia ex-vereador e outras 4 pessoas por crimes eleitorais associados a associação criminosa

O Ministério Público Eleitoral (MPE) denunciou o ex-vereador de Parnamirim e quatro auxiliares dele por crimes eleitorais e associação criminosa. Alex Sandro da Conceição Nunes da Silva, conhecido por Pastor Alex, foi alvo da operação Mateus 7:15, deflagrada em novembro do ano passado. Com auxílio do Gaeco/MPRN, foram apreendidos aproximadamente R$ 70 mil em espécie a poucos dias das eleições municipais em endereços vinculados ao ex-vereador.Além do Pastor Alex, foram denunciados o ex-chefe de gabinete do vereador e presidente do Partido Solidariedade em Parnamirim, Sandoval Gonçalves de Melo, conhecido com Pastor Sandoval ; o diretor do Clube de Futebol Visão Celeste, Danilo Rodrigues Peixoto de Vasconcelos, também denominado de pastor Danilo ; o ex-assessor especial do vereador, Elias Augusto da Silva, conhecido como pastor Elias ; e a ex-servidora pública Bárbara Sayonara do Nascimento Silva.

Os endereços onde foram apreendidos o dinheiro em espécie incluíam a residência do ex-vereador, onde foram apreendidos R$ 44.876,00, e o comitê de campanha pela sua reeleição, onde foram apreendidos R$ 25.512,00 e uma máquina de contar de dinheiro. As quantias estavam dispostas em cédulas de no máximo R$ 50.

O candidato não foi reeleito, mas está na lista de suplentes. O MPE já ingressou com ação judicial eleitoral para cassar o diploma e torná-lo inelegível .

Investigação

O Ministério Público Eleitoral vinha investigando supostos abusos dos poderes político e econômico cometidos por pré-candidatos a cargos eletivos no Município de Parnamirim, especialmente o ex-vereador, conhecido como pastor Alex, e o grupo político que lhe apoia. Na ação ajuizada, o MPE aponta a utilização da Associação Proamfa como forma de “compra de voto”, distribuição de mercadorias para propaganda e aliciamento de eleitores, além de outros ilícitos eleitorais.

As investigações tiveram início após o recebimento de denúncia remetida pelo Cartório Eleitoral da Zona Eleitoral de Parnamirim, narrando a suposta prática de propaganda eleitoral antecipada: o ex/vereador e candidato pastor Alex e o pastor Danilo estariam realizando cadastro de pessoas e distribuindo kits de alimentação para os moradores de um condomínio usando o nome de um projeto chamado Proamfa.

O MPE constatou que a entrega das cestas era condicionada à apresentação do título eleitoral, justamente, para quantificar os eleitores por local de votação e facilitar visitas aos eleitores posteriormente. Ficou evidenciado o grande número de pessoas cooptadas. Com isso, o Ministério Público Eleitoral considera as condutas praticadas de considerável gravidade e suficientes para afetar a normalidade e a legitimidade das eleições, diante da reiteração e da dimensão da captação de votos e dos abusos dos poderes econômico e político.

Em um busca simples nas redes sociais, percebe-se que a associação tem ações totalmente relacionados com as do ex-vereador pastor Alex e ao seu grupo político, tendo, inclusive, realizado atos de caráter político e religioso, que divergem dos objetivos previstos no Estatuto Social da Associação Proamfa. Inclusive, os pastores Alex Sandro e Sandoval são os reais administradores da Associação desde a sua instituição no ano de 2007.

Além disso, a Associação Proamfa recebeu recursos públicos do Município de Parnamirim, diretamente e através de emendas parlamentares de vários vereadores, dentre eles, o pastor Alex. Deste modo, o ex-vereador, candidato à reeleição e administrador da associação, desviava verba em benefício da campanha eleitoral dele, em detrimento dos demais adversários, causando forte desequilíbrio da disputa eleitoral e influência na legitimidade do pleito.

Nas atividades da associação, sejam na entrega de alimentos ou até na realização de jogos (a associação tem um time de futebol chamado Visão Celeste) ou eventos festivos, era comum o anúncio do apoio do pastor Alex. Para o MPE, tal fato comprova que a instituição é utilizada com finalidade eleitoreira e para prática de crimes eleitorais.

Além disso, na busca e apreensão restou provado que a Associação se constituiu como de fachada para os atos espúrios dos denunciados, pois no endereço mencionado como sede da associação não foram encontrados móveis, maquinário ou funcionários, sendo também o endereço do Denunciado Danilo.

Por fim, foi possível apreender as agendas em que constam listas com o nome do eleitor e a dádiva entregue ou a promessa devidamente datada. Assim, constam registros de entregas de óculos, dinheiro, sacos de cimento, material de construção, botijão de gás, promessas de emprego, remédios, fisioterapia, fraldas, consultas médicas, chuteira, exames, pagamentos de contas de água e energia no período da campanha eleitoral.

Outros investigados que possuem ligação com o esquema criminoso ainda serão denunciados, visto que laboraram para a campanha do ex-vereador Pastor Alex, distribuindo e prometendo diversas benesses aos eleitores em troca de votos.
RP

Bolsonaro estuda aumentar Bolsa Família em ‘pelo menos 50%

Segundo a jornalista Malu Gaspar, do Globo, ele tem sido pressionado por líderes do Centrão para manter o auxílio emergencial até o fim do mandato , como estratégia para reeleição.

O presidente mencionou uma das principais pautas dos protestos realizados contra ele no último sábado: o aumento do auxílio emergencial:

“Tem gente que fala que o auxilio emergencial, que está em R$ 250, é um absurdo, muito pouco. Concordo. Mas vocês nunca falaram que o Bolsa Família está hoje, em média, R$ 192. Resolveram falar que (R$ 250) é pouco por conta da pandemia. Quando não tinha pandemia, o pobre podia continuar vivendo com R$ 192, que é pouco”, disse.
O presidente então acrescentou:

“Estamos trabalhando para aumentar esse valor (do Bolsa Família). Pretendemos chegar aí… dar pelo menos 50% (de aumento). Está lá o Paulo Guedes discutindo esse assunto. Com responsabilidade.”

Na transmissão, Bolsonaro falou que esta foi uma “semana de glória” para a economia e que a previsão é de o Produto Interno Bruto (PIB) crescer no mínimo 4% neste ano de 2021

Cada estado cobra o que bem entende (de ICMS). E cobra em cima do preço médio que você paga na bomba. Tem que ser o preço da refinaria (que é menor) ou um valor fixo. Que seja um valor fixo. Conversei com o (presidente da Câmara dos Deputados) Arthur Lira (PP-AL). Vai botar um projeto em votação que trata desse assunto”, disse Bolsonaro, em mais um aceno para os caminhoneiros, categoria de sua base política que reivindica redução no preço do diesel.

Com IG

Helicóptero “Potiguar 01” retorna ao RN neste fim de semana

O helicóptero da Secretaria de Estado da Defesa Social e Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sesed RN), o “Potiguar 01”, chega nesta sexta-feira, 4, em Natal, após 18 meses de ausência.O equipamento encontrava-se em manutenção no Ceará e ao que parece recebeu algumas melhorias que auxiliarão no trabalho da segurança pública. Uma das mudanças visíveis será a cor, pois a aeronave foi repintada em um tom preto fosco.

Com Grande Ponto

Odon Júnior é o convidado deste sábado no Mesa Redonda da Rádio Caicó

Odon Júnior é o convidado deste sábado no Mesa Redonda da Rádio Caicó
Por Marciel Nogueira- junho 4O prefeito de Currais Novos/RN, Odon Júnior (PT), é o convidado da bancada do Programa Mesa Redonda com o Papa Jerimum deste sábado (5). Ele concederá entrevista ao radialista Max Flávio.

Nas Eleições 2020, Odon Júnior foi reeleito prefeito de Currais Novos, e ao fim da apuração, obteve 47,32% dos votos. Foram 10.907 votos no total. O então candidato derrotou Zé Lins, que ficou em segundo lugar com 38,86% (8.958 votos).

Odon Oliveira de Souza Júnior, 36 anos, filho dos professores Salete e Odon, casado com a enfermeira Thaise Araújo e pai de Vítor, é formado em biomedicina e administração pública pela UFRN, exerceu o mandato de Vereador em duas legislaturas na Câmara de Currais Novos e foi eleito Prefeito Municipal em 2016, sendo reeleito em 2020. Odon já foi candidato ao cargo de Deputado Estadual em 2014, ficando na segunda suplência pelo Partido dos Trabalhadores, obtendo 10.124 votos.

Em sua trajetória, Odon participou ativamente do movimento estudantil da UFRN, ocupando a representação dos estudantes nos conselhos superiores e exercendo cargos de destaque no diretório central estudantil da referida universidade.

A expectativa é que a conversa aborde temas importantes, como as medidas de combate e enfrentamento à pandemia da Covid-19. Também será pauta no debate, assuntos referentes à administração municipal, através de ações do executivo, em diversos setores da gestão.

O Mesa Redonda com o Dep. Vivaldo Costa, vai ao ar neste sábado, a partir das 10 horas, na Rádio Caicó AM.

Trabalhador poderá solicitar revisão do FGTS e conseguir novos valores com reajuste. Entenda.

A revisão do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é uma questão que vem ganhando destaque nos últimos tempos, mesmo com a suspensão temporária da votação sobre o tema no Supremo Tribunal Federal (STF). A ação que será analisada pelo Tribunal solicita uma alteração no índice utilizado para calcular os rendimentos das contas dos trabalhadores do fundo.

Isso significa que qualquer empregado que tenha trabalhado com carteira assinada desde 1999 pode solicitar essa revisão em juízo. Atualmente, o cálculo é feito com base na Taxa Referencial (TR), que gera prejuízos monetários aos correntistas.

Para um trabalhador que trabalhou com carteira assinada por dez anos recebendo um salário de R$ 2.000, por exemplo, a mudança lhes daria direito a valores superiores a R$ 5.000.

Ministro Paulo Guedes afirmou que auxílio emergencial pode ser prorrogado até dezembro; Veja

O auxílio emergencial é uma arma que temos e que pode, sim, ser renovada. Se as mortes continuarem e as vacinas não chegarem, teremos que renovar”, disse o ministro.

Outro sinal é que o governo federal está reformulando o Bolsa Família, mas esse novo formato só deve ficar pronto daqui alguns meses. Além disso, a manutenção do auxílio emergencial é uma boa estratégia para o período eleitoral de 2022, quando será impossível lançar um novo programa de transferência de renda.

Entretanto, especialistas acreditam que uma nova extensão do benefício não deve ocorrer devido ao cenário atual de crise sanitária e econômica. Para eles, o auxílio só será mantido até o lançamento do substituto do Bolsa Família, que deve sair antes do período eleitoral.